UFR-PI R$ 3,20Taxa SELICMapa do Site

Acesso rápido

Do que você precisa?

Dar Web
Seg, 17 de Abril de 2017 10:23   -   Última atualização em Seg, 17 de Abril de 2017 10:27

Gerat de Parnaíba realiza palestra novo sistema de malha de notas fiscais eletrônicas

PDF Imprimir E-mail

 

palestraparnaiba2A 1ª GERAT de Parnaíba promoveu na semana passada uma palestra com os contabilistas da região para tratar do novo sistema de malha de notas fiscais eletrônicas. O encontro contou com a participação de funcionários dos principais escritórios de contabilidade de Parnaíba e municípios vizinhos.

Foram apresentadas as novas regras da malha de NF-e de saída como também a malha de NF-e de entrada. “Foi explicado que o sistema confronta informações das Notas Fiscais Eletrônicas emitidas pelo contribuinte, no caso da malha de saída, como o número da nota, CNPJ/CPF do destinatário e data de emissão, com todas as notas declaradas pelo contribuinte no período. E no caso da malha de entrada, o sistema faz esta mesma confrontação, mas desta vez com o número CNPJ do emitente”, explica Luís Passos, gerente regional.

Segundo o gerente, se o contribuinte não escriturar a NF-e ou escriturá-la, mas, em sua declaração, informar o número da NF-e ou CNPJ/CPF do emitente ou destinatário diferente daquele expresso no documento fiscal, o sistema interpretará essa situação como uma omissão. “O que gerará um alerta no recibo definitivo de entrega da declaração, e, caso a omissão persista na próxima declaração, está ficará com status pendente”, explica.

Para que o contador possa resolver as pendências, foi posta a sua disposição, por meio da e-AGEAT, uma funcionalidade onde é possível verificar tais pendências de malha. “As administrações tributárias dos estados têm passado nos últimos anos por um processo de desenvolvimento tecnológico muito intenso, propiciando ferramentas de fiscalização cada vez mais eficazes, capazes de monitorar os contribuintes com muita mais rapidez e eficiência. E não poderia ser diferente quando se fala do Piauí, pois, utilizando tecnologia, tem buscado meios de controlar o universo de contribuintes Piauienses, desenvolvendo instrumentos que possibilitam ao Estado não só incrementar a arrecadação, mas, também, acompanhar, de forma muito próxima, as atividades destes contribuinte”, declarou.

palestraparnaiba1

Escrito por Hérlon de Moraes Pereira